quinta-feira, 26 de julho de 2012

Marchinha Carnavalesca- Fanzoca de Rádio(1958)- Com Carequinha e Altamiro Carrilho

Olá, rádionautas,

na década de 1950, em 1958, a Rádio Nacional preparou um concurso de marchinhas carnavalescas. A campeã daquele carnaval é a Fanzoca de Rádio, cuja temática era uma narrativa de uma dona de casa, moradora de classe média-alta de Copacabana, nos anos 50, que ficava irada com as empregadas doméstica de que, ao invés de trabalhar, ficava ouvindo o programa do César de Alencar e era fan da Emilinha Borba e do Cauby Peixoto. E, ao "girar o dial",  não tirava o pó da casa com a "feiticeira"("tia-avó" do aspirador de pó). Com isto, não parava "secretária" no lar da "dondoca".

A letra foi escrita por Miguel Gustavo e nesta gravação bem humorada, a interpretação é INESQUECÍVEL palhaço  Carequinha, acompanhado do flautista e musicista Altamiro Carrilho.

Um abraço radiofônico,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

Especial Radiofônico90 Anos- Rádionovelas no Globo Repórter(1983)

Caros, rádionautas,

em tempos de Caminha e Nina, da Avenida Brasil, da novela das 21 horas, da TV Globo, as nossas mãe, avós e tataravós, (ou)viam as rádionovelas como Irmãos Coragem, Em Busca da Felicidade e tantas outras.
No especial exibido pela Rede Globo, no Globo Repórter de 1983, vocês recordarão artistas e alguns recordarão o momento épico e romântico do rádio no Brasil, das décadas de 40 a 50.
Um abraço radiofônico,
Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

Para NÃO CAIR NO ESQUECIMENTO: O quê é AM(amplitude modular)?

Caros, rádionautas,

um dos principais motivos pelos quais resolvi abrir mais um blog sobre o rádio e os seus 90 anos de história, foi, é e será de tentar NÃO ACABAR no meio acadêmico(internet, Google), a IMPORTÂNCIA das AMs na formação do povo brasileiro. Mas, o quê é mesmo uma AM(amplitude modulada) em temposde ipods, wi-fis e genéricos?

Segundo a Wikipédia, o termo científico e da motivação das emissoras radiofônicas adotaram-na são as seguintes:
*Pus o texto entre aspas, porquê este texto, não é de minha autoria.

"Modulação em Amplitude ou simplesmente AM (do inglês Amplitude Modulation - Modulação de Amplitude), é a forma de modulação em que a amplitude de um sinal senoidal, chamado portadora, varia em função do sinal de interesse, que é o sinal modulador. A frequência e a fase da portadora são mantidas constantes. Matematicamente, é uma aplicação direta da propriedade de deslocamentos em frequências da transformada de Fourier, assim como da propriedade da convolução."

MOTIVAÇÃO:

"A transmissão de rádio é feita através da difusão de ondas eletro-magnéticas. Estas são transmitidas no ar mais eficientemente em altas frequências do que em baixas frequências. Isso porque, de modo geral, o tamanho da antena que deve receber um sinal de rádio é diretamente proporcional ao comprimento de onda transmitida. Se fosse desejado transmitir ondas com frequências equivalentes às frequências de voz (da ordem de 80hz a 1500Hz, segundo FOLMER-JOHNSON - 1968 e EFRON - 1969 ), seriam necessárias antenas de proporções gigantescas (alguns quilômetros de comprimento). Por este motivo, foi necessário encontrar alguma forma de transmitir as informações usando ondas de alta frequência.
Outra necessidade atendida pela modulação de ondas foi a necessidade de se compartilhar um meio de transmissão, no caso o ar, entre um número de transmissores. Para alcançar este objetivo, basta usar a mensagem para modular ondas de frequências diferentes. Desta forma, o receptor pode "selecionar" uma frequência para demodular retirando assim a informação apenas de um transmissor. Isto é exatamente o que fazemos quando selecionamos uma estação de rádio ou um canal de televisão.
A solução foi justamente modular as ondas de alta frequência de modo que a informação a ser transmitida esteja contida nestas ondas e possam ser transmitidas eficientemente pelo ar. Esta informação poderia ser facilmente recuperada num receptor de rádio, através de um processo chamado demodulação."

Um abraço,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

terça-feira, 24 de julho de 2012

A Mãe de todas as Emissoras Radiofônicas- A Rádio Nacional(KHz 1130 AM)- A Caminhos da Reportagem

Caros, rádio-nautas,

em setembro de 2011, a Rádio Nacional do Rio de Janeiro(KHz 1130 AM), festejou 75 anos. E naquele momento, a TV Brasil, que é parte integrante à Empresa Brasil de Comunicação(EBC), produziu um belo especial. 

Vale a pena a pena conferir!

Um abraço radiofônico,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

Trailler- Alô, Alô Brasil- TV Brasil

Olá, rádio-nautas,

aqui vai o trailler, de um especial exibido entre 2008/2009, sobre a história radiofônica no Brasil, pela TV Brasil. Infelizmente, não tenho toda a copilação dos programas. No entanto, aqui vai o "gostinho de quero mais".

Um abraço radiofônico,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

Jingles Radiofônicos- Anos 40 e 50

Olá, rádio-nautas,

dando continuidade ao Especial radiofônico sobre os 90 anos, agora, porei um vídeo com os jingles tocados nas emissoras, dos anos 40 e 50.

Um abraço,

Isabela Guedes
blogdoradiocarioca@gmail.com
 
 

Há 60 Anos- Globo Repórter faz um Especial sobre a Era do Rádio no Brasil

Caros, rádio-nautas,

há quase 30 anos, em 1983, a Rede Globo, o Globo Repórter, fez um especial, sobre os 60 anos do rádio no Brasil.O mais interessante nos vídeos, é ver e ouvir muitos personagens que já estão "do outro lado". Este, será o primeiro "da série".

Um grande abraço,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

Há 10 Anos pela Rádio CBN-RJ(KHz 860 AM)- 80 Anos do Rádio no Brasil

Caros, rádio-nautas,

em 2002, a rádio CBN do Rio de Janeiro(Khz 860 AM), em comemoração aos 80 anos do rádio no Brasil, fez um especial, cuja apresentação é de Marcus Aurélio.

Vale a pena conferir...

Um abraço sonoro,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com

segunda-feira, 23 de julho de 2012

A 7ª Arte e o Rádio

Olá, caros rádionautas,

aqui vai a união entre o cinema e o rádio, ao longo de 90 anos no Brasil.

Em 1966, Amácio Mazzaropi, produziu e fez, o filme O Corintiano(1966). Neste trecho de filme, no trailer, hverá o momento em que o caipira leva pro cinema o rádio.

Vale a pena assistir o "casamento" entre o cinema brasileiro e o rádio(esportivo).

Um abraço,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com
 
 
 


Apresentação do "No Ar... 90 Anos"

Caros Rádio-Nautas,

este blog está sendo aberto, para festejarmos uma data histórica para a comunicação como um todo: os 90 anos do rádio no Brasil.


Um sonoro abraço,

Isabela Guedes
noar90anos@gmail.com